segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO APRESENTA RELATÓRIO CONSOLIDADO DAS AÇÕES DE 2011

O Relatório Consolidado do Programa Mais Educação da Secretaria Municipal de Educação de Timon, referente às ações do ano de 2011  apresenta os resultados gerais do programa em Timon. Os resultados foram obtidos através da aplicação de um Questionário Diagnóstico para as 26 unidades de ensino nas quais o Mais Educação foi executado. De acordo a avaliação geral do programa, as ações do ano de 2011 foram consideradas positivas, apesar das dificuldades e desafios na implantação e execução do mesmo, vencidas com muito trabalho, persistência, esforço e dedicação de toda a equipe participante do Mais Educação (Secretaria de Educação, Gestores, Técnicos, Monitores, Pais, Alunos e Comunidade em Geral).

Apresentação Cultural durante o lançamento do Mais Educação
no Educandário Santa Clara em 29/08/2011

As diretrizes do Programa Mais Educação são condizentes com as propostas e ações do Governo da Prefeita Profª. Socorro Waquim em Timon, na área educacional ao proporcionar uma educação pública de qualidade para todos os timonenses, garantindo assim, o pleno desenvolvimento humano do educando e seu preparo para o exercício da cidadania. Inovador e dinâmico o Programa Mais Educação beneficiou mais de 6.000 (seis mil) alunos da Rede Pública Municipal de Ensino. Em Timon foram desenvolvidos 06 macrocampos (Acompanhamento Pedagógico, Meio Ambiente, Esporte e Lazer, Cultura e Artes, Inclusão Digital e Educomunicação) e um total de 30 atividades no ano de 2011 (Letramento, Matemática, Ciências, Horta escolar, Corrida de orientação, Recreação/lazer, Voleibol, Futebol, Futsal, Handebol, Tênis de mesa, Judô, Taekwondo, Yoga, Xadrez tradicional, Leitura, Banda fanfarra, Canto coral, Danças, Teatro, Pintura, Desenho, Capoeira, Cineclube, Software educacional, Informática e tecnologia da informação (PROINFO), Jornal escolar, Rádio escolar, Fotografia e Vídeo). A seguir, apresentaremos  o marco legal e um breve resumo do Programa Mais Educação. 

Visita dos alunos da U.E José Waquim ao
Centro de Convivência dos Idosos Dona Júlia Almeida em 24/09/2011

A Educação Integral tem sido um ideal presente na legislação educacional brasileira e nas formulações de nossos mais lúcidos educadores. Iniciativas diversas, em diferentes momentos da vida pública do país, levaram esse ideal para perto das escolas implantando propostas e modelos de grande riqueza, mas ainda pontuais e esporádicos. Com o propósito de uma educação integral e integrada, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) lançou em 2007 o Programa Mais Educação, que é hoje o seu grande programa.

Alunos da EM Santa Joana D'arc durantes as aulas do Mais Educação
Visita realizada em 27/09/2011

O Mais Educação é um programa interministerial, cujos parceiros são o Ministério dos Esportes - ME, o Ministério do Meio Ambiente - MMA, o Ministério da Cultura - MINC, o Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS e também a Secretária Nacional de Juventude. Objetiva promover a qualidade da educação e contribuir para a consolidação do direito de aprender e da ampliação da jornada escolar na perspectiva da educação integral e integrada.

I Festival de Pipa da U.E José Waquim realizado
em 07/10/2011

Por educação integral e integrada entende-se a jornada escolar ampliada com duração igual ou superior a 07 (sete) horas diárias, durante todo o período letivo, compreendendo o tempo total em que o estudante permanece na escola ou em atividades educativas em outros espaços da comunidade local e da cidade, articulados pela proposta pedagógica. Segundo Virgínia Menezes, consultora do MEC e da UNESCO para os Programas Escola Aberta e Mais Educação a educação integral visa principalmente o desenvolvimento do ser humano.

Gincana cultural da U.E XV de Agosto realizada em
13/10/2011

As atividades fomentadas foram organizadas em dez macrocampos: Acompanhamento Pedagógico, Meio Ambiente, Esporte e Lazer, Direitos Humanos em Educação, Cultura e Artes, Cultura Digital, Promoção da Saúde, Educomunicação, Investigação no Campo das Ciências da Natureza e Educação Econômica.

I Torneio de Futsal do Programa Mais Educação da Semed / Timon
Organização: U.E Dom. Lizete Farias, realizado em 15/10/2011

Cada macrocampo tem uma ementa, e cada ementa tem um objetivo. Cada atividade constante naquela ementa também tem um objetivo. A escola escolhe o que quer trabalhar a partir das suas necessidades. Uma escola que lida com uma acentuada violência em seu ambiente pode escolher o macrocampo de direitos humanos.

II Formação Continuada para Técnicos e Monitores do
Programa Mais Educação realizada em 08/11/2011

Os direitos humanos, por sua vez, nas atividades que vão acontecer no contraturno, serão trabalhados de forma lúdica; não vai ser uma aula de direitos humanos. A mesma coisa com teatro, esporte. Por exemplo: muita gente consegue trabalhar no esporte algumas questões para desenvolver o raciocínio matemático. Então, existe essa preocupação de não só trabalhar, não só ensinar a ler, escrever e fazer conta. Ensina-se também a “ser”.

Roda de Capoeira durante o lançamento do Mais Educação da
U.E Menino Jesus em: 26/08/2011

Qual é o papel dos municípios, do Estado e das escolas no Programa Mais Educação? As secretarias cabem uma contrapartida, que é o professor comunitário. Sempre que uma secretaria adere à proposta de um programa, ela precisa garantir que vai, dentro de cada escola, financiar um profissional, um professor, para coordenar esse trabalho com os monitores. O que acontece, normalmente, é que eles reduzem a carga horária: se ele trabalha dois expedientes, passa a trabalhar só um; no outro, ele coordena. Cada secretaria age de acordo com suas possibilidades.

II Torneio de Futsal do Programa Mais Educação de Timon.
Organização: Escolinha Tia Rita, realizado em 25/11/2011

Qual é o critério para a entrada das escolas no Programa Mais Educação? O critério para entrada das escolas no Programa Mais Educação é a que  tem um baixo Índice da Educação Básica – IDEB. Há, também, os critérios de quantitativo de habitantes por município, e de estarem localizadas nas capitais ou próximas a elas. Quem financia o programa? O MEC financia, o dinheiro vai direto para a escola através do Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE.

Prefeita de Timon, Profª. Socorro Waquim durante a apresentação
do Coral UNICANTO, em homenagem aos 121 anos do município.

Frankle Rafael Lima Oliveira
Coordenação do Programa Mais Educação / SEMED - Timon - MA.





















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário